Policial

Sobrinho de vereadora de Lagoa Seca/PB é preso acusado de matar agricultor

Foto: Divulgação


A polícia prendeu nesta semana o acusado de assassinar um agricultor na zona rural do município de Lagoa Seca, no Agreste paraibano.

O preso foi identificado como Gustavo Cassiano da Silva (foto), de 23 anos. Gustavo é sobrinho da vereadora Marinalva Cassiano Nery (Marinalva do Feijão Verde).
O suspeito foi capturado na última terça-feira (2), dentro da Empasa de Campina Grande, onde trabalhava com a tia. Ao ser preso, o rapaz confessou o crime e disse que matou o “amigo” a pauladas após uma bebedeira que terminou em uma discussão banal.
O crime aconteceu na comunidade Gruta Funda.
O assassino confesso também disse que ele e a vítima usaram drogas, versão ainda não confirmada pela Polícia Civil.
De acordo com a perícia, Humberto Gangorra Pequeno, de 39 anos, foi morto após ser espancado até a morte com golpes de porrete. Os golpes atingiram a vítima em várias partes do corpo.
O crime foi praticado no último sábado (30), mas o cadáver só foi localizado na terça-feira (2), já em adiantado estado de decomposição.
Há dois anos, outro fato bárbaro marcava a história da família da parlamentar lagoassequense. O pai de Gustavo (irmão de Marinalva) foi espancado até a morte por criminosos que invadiram sua casa. Dias antes de ser assassinado, ele já havia tentado matar a ex-esposa a facadas.
Na época, a vítima da tentativa de feminicídio Rosimery Demétrio ficou vários dias internada em estado grave no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande.

Flavio Fernandes