Economia

“Não vai faltar arroz nas prateleiras dos supermercados“, diz ministro à CNN

CNN BRASIL

O Ministro do Desenvolvimento Agrário, Paulo Teixeira, garantiu que não faltará arroz nas prateleiras dos supermercados brasileiros. Em entrevista à CNN, ele detalhou as ações do governo federal para lidar com os impactos das enchentes no Rio Grande do Sul sobre a produção do grão.

Teixeira explicou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva autorizou a importação de 1 milhão de toneladas de arroz para suprir a perda na safra gaúcha. O objetivo é manter o preço em torno de R$ 4 por quilo ou R$ 20 por saco de 5 quilos.

“O governo quer que esse arroz chegue a um preço bom para o consumidor”, afirmou o ministro, tranquilizando a população. “Não vai faltar arroz nas prateleiras dos supermercados”.

Além da importação, Teixeira destacou o esforço para escoar o arroz existente no Rio Grande do Sul, onde muitas estradas foram interrompidas e pontes caíram devido às chuvas.

“Uma parte da safra perdeu e outra parte continua, e vai ser distribuída pelo território nacional”, explicou.

Combate a fake news

O ministro também ressaltou a importância de combater fake news sobre supostas faltas do grão. Segundo ele, algumas pessoas foram comprar arroz em excesso, levando supermercados a limitar vendas desnecessariamente.

“É tranquilizar, vai ter arroz suficiente para atender o consumo de arroz no Brasil”, reforçou Teixeira.