Economia

Enel anuncia plano de investimento de R$ 6,2 bilhões em São Paulo

CNN BRASIL



A Enel apresentou ao prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), um plano de investimento de R$ 6,2 bilhões em São Paulo para melhorar a qualidade dos serviços prestados pela empresa aos consumidores.

O plano inclui ações como aumento no número de funcionários, aportes em infraestrutura e protocolos de atuação em casos de contingência. Segundo a Enel, o valor total deve ser investido entre 2024 e 2026 na área de concessão.

A Enel enfrenta uma crise após uma série de episódios de interrupção de serviços e — alegada — demora para o reestabelecimento da energia na capital paulista.

“Minha preocupação e responsabilidade é com o bom serviço prestado à população. Muitas obrigações, principalmente de poda de árvores, dependem da atuação prévia das equipes da Enel. Vou continuar a fiscalização e cobrança por mais empenho da empresa, além de buscar no ente Federal alteração na Lei para ampliar esse poder por parte da Prefeitura. No entanto, diante da abertura de novo diálogo e protocolo de ações emergenciais proposto, fica meu voto de confiança”, afirmou o prefeito Ricardo Nunes.

No plano apresentado ao prefeito, a Enel se comprometeu em contratar até 1,2 mil funcionários próprios nos próximos 12 meses para reforçar as operações em campo e reduzir o tempo médio de atendimento aos clientes.

Segundo a empresa, serão intensificadas as ações de manutenções preventivas e corretivas para diminuir o número de desligamentos não programados na rede de distribuição de energia, com substituições de equipamentos e modernização de trechos de média e baixa tensão.

A Enel e prefeitura também sugeriram a criação de uma força-tarefa e um canal de comunicação para priorizar o atendimento das necessidades estratégicas do município.

Com um grupo de trabalho, a distribuidora afirmou que irá acompanhar de perto as demandas da administração pública.

“Estamos sempre disponíveis para implementar ações concretas que melhorem a qualidade do serviço prestado na nossa área de concessão. Nesse contexto, se insere o plano que apresentamos hoje que identifica uma série de soluções que vão contribuir para reduzir o número de interrupções de energia e o tempo médio de atendimento aos clientes”, disse o presidente da Enel Brasil, Antonio Scala.