Política

Com anúncio de novas medidas, Lula volta ao RS nesta quarta (15)

CNN BRASIL



O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) retorna pela terceira vez ao Rio Grande do Sul, nesta quarta-feira (15), para anunciar novas medidas ao estado. Lula já havia viajado ao RS nos dias 2 e 5 de maio.

Será realizado um evento no auditório da Unisinos, em São Leopoldo, na região metropolitana de Porto Alegre, a partir das 12h30.

A decisão foi tomada após uma reunião de alinhamento entre os Três Poderes na última terça-feira (14). Além de Lula, participaram do encontro:

  • Rodrigo Pacheco (PSD-MG), presidente do Senado
  • Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara
  • Edson Fachin, presidente em exercício do Supremo Tribunal Federal (STF)
  • Rui Costa, ministro da Casa Civil
  • Fernando Haddad, ministro da Fazenda
  • Waldez Góes, ministro da Integração e Desenvolvimento Regional
  • Paulo Pimenta, ministro da Secretaria de Comunicação Social (Secom) e futuro ministro extraordinário de Apoio à Reconstrução do Rio Grande do Sul

Suspensão da dívida

É a primeira visita de Lula ao Rio Grande do Sul desde que o presidente enviou ao Congresso um projeto de lei complementar para suspender a dívida do estado por três anos — 36 meses.

A dívida total do estado é estimada em cerca de R$ 98 bilhões. Segundo a proposta do governo federal, durante esse período, os juros que incidem sobre o estoque da dívida serão reduzidos a 0%.

De acordo com a equipe econômica, o projeto deve abrir um espaço de R$ 23 bilhões nas contas do Rio Grande do Sul para priorizar gastos e investimentos na reconstrução do estado, sendo:

  • R$ 11 bilhões referentes à soma das 36 parcelas; e
  • R$ 12 bilhões referentes aos juros da dívida nesse período.

O texto-base da medida foi aprovada na Câmara na última terça com 404 votos a favor e dois contrários, de Stélio Dener (Republicanos-RR) e Eros Biondini (PL-MG).

Paulo Pimenta como autoridade federal

Para atuar como autoridade federal na nova estrutura, Lula escolheu Paulo Pimenta como ministro extraordinário de Apoio à Reconstrução do Rio Grande do Sul.

O atual ocupante da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República deve assumir o posto nesta quarta.

Para o lugar de Pimenta, Lula ainda não escolheu um nome. No momento, assumirá um interino — o pernambucano Laercio Portela, atual secretário-adjunto de imprensa da Presidência da República. O favorito do petista é o prefeito de Araraquara, Edinho Silva (PT).