Política

Câmara aprova atualização da Política Nacional de Defesa

CNN BRASIL



A Câmara dos Deputados aprovou na quarta-feira (15) a atualização da Política Nacional de Defesa (PND), da Estratégia Nacional de Defesa (END) e do Livro Branco de Defesa Nacional (LBDN).

O Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 1127/21, elaborado pela Comissão Mista de Controle das Atividades de Inteligência do Congresso Nacional, já havia sido aprovado pelo Senado Federal e, agora, segue para promulgação.

A atualização dos três documentos deve ser feita a cada quatro anos e submetida à apreciação do Congresso, segundo determinação da Lei Complementar nº 97, de 9 de junho de 1999.

No caso da PND, o objetivo principal da matéria é orientar o conjunto de ações destinadas à defesa brasileira, especialmente no que se relaciona às ameaças externas.

Segundo o texto, a política foi criada como a “primeira iniciativa para orientar o planejamento dos esforços de toda a sociedade brasileira no sentido de reunir capacidades em nível nacional, a fim de desenvolver as condições para garantir a soberania do País, sua integridade e a consecução dos objetivos nacionais”.

Dentre as recomendações feitas pela comissão do Congresso, os parlamentares orientaram que a PND não seja responsabilidade mista do Ministério da Defesa, uma vez que o assunto se estende para outras áreas, como diplomática e econômica.

Além disso, o relatório também diz que “há de se ter a efetiva participação dos mais vários segmentos da sociedade brasileira que se debruçam sobre o tema” nas futuras atualizações da política.

O texto também observa a necessidade de se priorizar à Defesa Cibernética, ou seja, à proteção de sistemas e bancos de dados digitais.

Veja também – CNN Entrevistas com José Múcio, ministro da Defesa

 

*Com informações da Agência Câmara