Cidades

Um antigo Parque voltou a pulsar no Maior São João do Mundo em ritmo junino



O Maior São João do Mundo 2024 já entrou para história da festa como sendo aquele que teve a ampliação do espaço do Parque do Povo e a integração com o Parque Evaldo Cruz.

Duas grandes novidades que tornaram o São João ainda maior e diverso. Se o Parque do Povo é o lugar dos sabores e ritmos, o Evaldo Cruz, que voltou a pulsar a partir das batidas alegres e festivas do forró, se iluminou para receber todos aqueles que o elegeram como lugar do passeio obrigatório em família.

Um espaço prestigiado pelos turistas, mas sobretudo pelos campinenses, que resolveram matar saudades do Parque que há anos não era frequentado em função do estado de abandono. Com a revitalização da primeira etapa do Evaldo Cruz, entregue às vésperas do São João, o público aproveitou para usufruir ao máximo um espaço do qual estava privado.

Muitas famílias visitaram o Açude Novo para gerar memórias com os seus entes queridos, utilizando o local como um espaço de lazer e diversão, como é o caso de Maria Helena e sua família. Vinda de Santa Cruz do Capibaribe, Maria Helena veio pela última vez há dez anos atrás visitar o espaço, e diz estar muito diferente. Com suas duas filhas, seu genro e dois netos, ela afirma ter gostado muito.

Thays, filha de Maria Helena, expressa sua satisfação em ter este espaço para passear com sua família: “É bastante agradável essa sensação de paz que o Parque passa para a gente.”

Já outras famílias passearam pelo Parque do Povo e visitaram o Maior São João do Mundo pela primeira vez, como Mariana Dias, seu marido e seus dois filhos, que são do Rio Grande do Sul. “É muito boa a sensação de estar aqui. É O Maior São João do mundo e nós estávamos com muita vontade de conhecer”, diz ela. Para aproveitar o São João, Mariana e sua família desejam se divertir na roda gigante no Evaldo Cruz, assistir as quadrilhas no Pátio de Eventos e “comer comidas gostosas”.

O Parque Evaldo Cruz continua sendo um espaço essencial para a história de Campina Grande e para o lazer e entretenimento das famílias brasileiras, não importa de qual estado. A alegria, diversão, dança e música do Parque Evaldo Cruz contribuíram para a emoção e a nostalgia das famílias que passaram por ele.

Lugar das boas memórias

Construído no ano de 1930, com o propósito de abastecer a cidade nos tempos de seca, o “Açude Novo”, hoje Parque Evaldo Cruz, foi revitalizado em 2024, objetivando proporcionar espaço de lazer para a população. A nova versão conta com jogos de luz e de água no obelisco, além de uma interligação com o Parque do Povo.

O obelisco, localizado no meio do Parque, se tornou a atração principal do local este ano. Além das festas, o Parque Evaldo Cruz se tornou, através dos anos, um espaço cheio de memórias afetivas das famílias que passaram por lá para comemorar os costumes paraibanos.

Recebemos para essa reportagem registros fotográficos feitos ainda na década de 70, evidenciando como o Parque era um lugar celebrado pelas famílias como espaço para o lazer o registro de momentos em datas comemorativas, como o Dia das Crianças, por exemplo, registrado em outubro de 1979 pelo hoje aposentado Suez Soares.

Palavra PB