DestaquesPolítica

Temendo não ser bem recebido, Lula cancela viagens a esses 3 estados



Durante uma recente série de visitas pelo país, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) decidiu cancelar três viagens planejadas a estados onde foi derrotado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) nas eleições de 2022: Mato Grosso, Goiás e Santa Catarina, conforme reportagem do site G1.

Assessores de Lula consultados pelo portal justificaram que as visitas foram descartadas devido ao receio de “possíveis hostilidades” contra o presidente petista.

Inicialmente, Lula pretendia lançar o Plano Safra em Rondonópolis (MT) em 26 de junho, conforme anunciado pelo ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, após uma reunião anterior sobre o plano. No entanto, o evento foi adiado para o dia seguinte e transferido para o Palácio do Planalto.

Mato Grosso é conhecido por ser um bastião do agronegócio, setor onde Lula enfrenta resistências significativas. Seu governo tem buscado fortalecer o diálogo com ruralistas, embora até o momento apenas um encontro, com produtores de frutas na Granja do Torto, tenha ocorrido.

Além disso, Lula tinha planejado visitar Goiânia na próxima quarta-feira (4) para inaugurar unidades do Instituto Federal, evento que contaria com a presença da deputada federal Delegada Adriana Accorsi, pré-candidata do PT à prefeitura da capital goiana. No entanto, a agenda foi ajustada com uma viagem a Campinas, no interior de São Paulo, em substituição à visita cancelada.

Quanto à viagem planejada para Santa Catarina, ela representaria a primeira visita de Lula durante seu terceiro mandato. Apoiadores esperavam sua participação em um evento no porto de Itajaí, no litoral catarinense, no sábado (6). No entanto, a presença de Jair Bolsonaro na região, onde se reunirá com representantes da extrema-direita, incluindo o presidente argentino Javier Milei em Balneário Camboriú (SC), levou à decisão de não incluir a cidade catarinense na agenda prevista de Lula, segundo informações da Secom.

Terra Brasil Notícias