Legislativo

Suplementações – Alexandre vê “birra” na oposição: “O Estado pode; o Município, não?”



O vereador Alexandre do Sindicato (União) acusou a bancada de oposição ao prefeito Bruno Cunha Lima (também do União) de cair em contradição a respeito dos debates sobre as suplementações enviadas pelo governo para a Câmara Municipal e ainda não apreciadas.

Na tribuna, Alexandre mostrou que o governador João Azevedo (PSB) se vale da autorização legislativa prévia para suplementação de até 30% do orçamento, enquanto em Campina Grande a oposição, que é aliada do socialista, retirou esse instrumento do prefeito. “Os mesmos vereadores que dizem que isso não é normal em Campina aplaudem o Governo do Estado”, disse.

Diante do impasse, Alexandre defendeu a decisão de Bruno de judicializar a matéria e criticou duramente a oposição. “Não se justifica mais não votarmos as suplementações e o direito de qualquer gestor fazer uma suplementação de até 30%”, ponderou.

“O que houve aqui foi uma birra, interesse político de brecar o desenvolvimento de Campina Grande. Não queria dizer isso, mas não vejo outra justificativa”, complementou o vereador.

Hora Agora