Economia

SENAI e SESI têm R$ 4 milhões para startups criarem projetos inovadores de educação



Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e o Serviço Social da Indústria (SESI) abrem, a partir desta quarta-feira (26), inscrições para startups de base tecnológica desenvolverem projetos de inovação voltados para a educação básica, profissional e superior. Para participar do edital, a startup deve formar aliança com uma unidade SENAI, que pode ser Escola SENAI, Instituto SENAI de Inovação ou Instituto SENAI de Tecnologia.

A chamada vai selecionar até 16 projetos, que receberão até R$ 250 mil, cada, para serem executados em até 12 meses. As inscrições podem ser feitas até o dia 16 de agosto pelo site da Plataforma Inovação para a Indústria. As regras para participação estão no edital.

As soluções devem ter foco em novos produtos e serviços capazes de resolver desafios da educação básica, profissional e superior, que deverão ser validadas necessariamente com o SENAI e o SESI. Alguns exemplos são:

  • novas soluções que englobam o uso de inteligência artificial na elaboração de situações de aprendizagem baseada em problemas (PBL), tecnologias como o gêmeo digital, realidade mista e acesso remoto de laboratórios, mais simuladores e jogos sérios.
  • novas tecnologias educacionais ou ferramentas e recursos que melhorem o processo de ensino e aprendizagem, mais o engajamento de alunos, como a gameficação, dispositivos de imersão e experiências educacionais que estimulem a colaboração.

A chamada contempla, ainda, três temas prioritários:

  • potencializar a experiência ensino-aprendizagem com o objetivo de torná-la mais moderna, imersiva e inovadora;
  • aplicar a inteligência artificial na educação para facilitar o cotidiano de alunos e professores e otimizar o processo de avaliação;
  • ampliar a acessibilidade à educação básica, profissional e superior por meio de novas tecnologias e metodologias educacionais, potencializando a diversidade, equidade e inclusão.

Para o diretor-geral do SENAI, Gustavo Leal, o edital representa uma oportunidade de fortalecer o vínculo entre o Instituto SESI SENAI de Tecnologias Educacionais e startups.

“A velocidade do avanço tecnológico impacta diretamente a educação, pois está cada vez mais presente. Paralelamente a isso, o futuro do trabalho nos apresenta uma série de desafios. Por isso, precisamos preparar, tanto professores quanto alunos, para lidarem com eles. Por meio dos Institutos SENAI, que desenvolvem tecnologias e pesquisa aplicada, o SENAI apoia a produção de novas soluções capazes de aperfeiçoar o ensino e a aprendizagem. Acreditamos que a parceria com startups de todo o Brasil pode enriquecer ainda mais essa jornada”, diz Leal.

O diretor superintendente do SESI, Rafael Lucchesi, destaca que um dos pontos fortes da chamada é a aproximação de soluções inovadoras para aumentar a inserção dos estudantes.

“A Rede SESI de Educação é a maior rede de ensino privada do país e, nesse contexto, é fundamental o olhar para o futuro da educação dentro de uma visão integradora e de maior acessibilidade para os estudantes. O desafio proposto pelo SESI na aliança educacional, em conjunto com o SENAI, aponta para essa direção e espera motivar os empreendedores a trazerem soluções para o aumento da acessibilidade em sala de aula. A união entre SESI e SENAI impulsionará o desenvolvimento dos projetos apoiados pela aliança educacional nas realidades tanto do ensino técnico profissionalizante quanto na educação básica”, diz Lucchesi.

Pré-requisitos e benefícios

Além de escolas SENAI ou Institutos SENAI de Inovação e Tecnologia, também podem compor as alianças com startups outras unidades operacionais da instituição, como hubs, outras empresas e startups, outras Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação, como universidades e Institutos Federais.

Além do recurso financeiro para o desenvolvimento do projeto, as startups selecionadas receberão mentoria da rede SENAI, capacitação, acompanhamento estruturado e outros benefícios. O SESI, por sua vez, será responsável por avaliar e ser mentor das soluções desenvolvidas para a educação básica.

Etapas da seleção

  1. As startups devem cadastrar as propostas na Plataforma por meio de preenchimento de formulário.
  2. Sugere-se que a aliança ocorra entre startups e as redes SESI e/ou SENAI.
  3. As startups selecionadas participarão da Imersão Startups com foco em Inovação Aberta no ambiente educacional e desenvolverão projetos que passarão por análise do SESI e do SENAI.
  4. Após essa fase, serão divulgadas até oito alianças que serão contempladas com recursos.

Os resultados da primeira fase serão divulgados no dia 9 de setembro de 2024.

O Instituto SESI SENAI de Tecnologias Educacionais

Inaugurado em Brasília em 2023, o Instituto SESI SENAI de Tecnologias Educacionais é um espaço de promoção da inovação na educação. O Instituto estimula o desenvolvimento de novas ideias, o apoio a startups que criam soluções para a educação e novos projetos voltados para a educação profissional.

Plataforma Inovação para a Indústria

Plataforma Inovação para a Indústria, do SENAI, é uma iniciativa para financiar o desenvolvimento de produtos, processos ou serviços inovadores, com o objetivo de aumentar a produtividade e a competitividade da indústria brasileira, além de promover a otimização da segurança e saúde na indústria. Criada em 2004, já selecionou mais de 1,4 mil projetos inovadores, nos quais foram investidos mais de R$ 1 bilhão.

FIEPB