Paraíba

Procon de Campina Grande registra mais de 700 atendimentos nas três primeiras semanas d’O Maior São João do Mundo



O Procon de Campina Grande divulgou nesta segunda-feira, 17, um balanço parcial dos atendimentos que estão sendo realizados durante os festejos d’O Maior São João do Mundo. De acordo com o relatório, pelo menos 725 consumidores e fornecedores foram atendidos pelo órgão, seja para esclarecer dúvidas, pedir informações ou registrar reclamações com respeito ao Direito do Consumidor. “Entre as maiores queixas dos consumidores está o valor de produtos e serviços”, destacou o coordenador do órgão, Waldeny Santana, lembrando que a pesquisa, realizada antes de efetuar a compra, ainda é a melhor alternativa.

“Fazemos sempre questão de lembrar que o consumidor bem informado é um consumidor protegido. Por isso fazemos ações educativas durante todo o ano, explicando que o consumidor precisa pesquisar antes de efetivar a compra e comprar onde o preço está mais baixo; e que deve priorizar o consumo consciente”, destacou Waldeny Santana. Ele acrescentou que esse trabalho tem sido o responsável pelo baixo números de reclamações e nenhum auto de infração registrado até o momento, até porque o papel do Procon-CG é informar, fiscalizar, acompanhar, mediar conflitos entre consumidores e fornecedores.

Preços

Segundo Waldeny Santana, durante o período junino deste ano uma das principais reclamações, das pessoas que estão participando d’O Maior São João do Mundo, é com relação aos preços de bebidas e alimentos cobrados no Parque do Povo, ingressos para os camarotes e as taxas dos estacionamentos de veículos próximos das festividades. No entanto, disse o coordenador do Procon, o país vive um regime de liberdade de preços, na qual cabe ao consumidor buscar o preço mais barato para os produtos e serviços que precisa; e ao fornecedor informar de forma clara e precisa o preço e as características dos produtos, assim como determina o Código de Defesa do Consumidor (CDC).

Para isso, os fiscais do Procon Municipal visitaram 450 estabelecimentos comerciais nos pontos em que estão sendo realizados os festejos juninos (Parque do Povo, Vila Sítio São João, Vila do Artesão e no Distrito de Galante). Eles distribuem o Código de Defesa do Consumidor (CDC) e repassam orientações sobre o Direito do Consumidor, de forma a garantir a harmonia das relações consumeristas na Rainha da Borborema.

Consumidores

Além disso, 275 consumidores buscaram os serviços do órgão campinense para tirar dúvidas ou realizar reclamações pessoalmente no ponto de atendimento fixo d’O Maior São João do Mundo, instalado no prédio dos Correios e Telégrafos, na cidade cenográfica do Parque do Povo. Outros canais de comunicação são os telefones 151 (Disque Procon), 83 98185 8168 (WhatsApp), (83) 98186 3609 durante todo o período do evento, que começou no dia 29 e acontece até o dia 30 de junho em Campina Grande.

Prefeitura Municipal de Campina Grande – Portal Online