DestaquesPolítica

Por onde andam DiCaprio, Marina Silva, Greta e Cia? PANTANAL TEM RECORDE HISTÓRICO DE FOGO NO 1º SEMESTRE



Antes do fim de junho, o Pantanal já tem o pior primeiro semestre da história em números de queimadas. Os registros até segunda-feira (24/6) somam 3.372 casos. Até este ano, o semestre com maior quantidade de incêndios era 2020 (2.534).

Os dados são do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), que monitora o bioma desde junho de 1998. Os satélites verificaram que em junho de 2024 o maior número de focos foi no último dia 14, com 387 ocorrências.

Por conta do fogo descontrolado em 2020, um terço da área do bioma foi consumido. O Pantanal, que também cobre parte da Bolívia e do Paraguai, tem 195 mil quilômetros quadrados (km²).

O Governo do Mato Grosso decretou nesta segunda-feira (24/6) situação de emergência nos municípios atingidos por incêndios florestais. O documento vigora por 180 dias. O decreto visa a simplificar a requisição de recursos para o combate ao fogo.

A preocupação é grande, pois na média histórica, os seis primeiros meses do ano não são os com mais fogo. A situação costuma escalar de julho em diante, ter pico em setembro e seguir elevada até novembro.

Fonte: Metrópoles