Paraíba

“Não recebemos nenhuma denúncia contra postos de combustíveis”, afirma coordenador do Procon/CG



O coordenador do Procon Municipal de Campina Grande, Waldeny Santana, revelou nesta quarta-feira, 10, durante entrevista ao Jornal do Meio-Dia da Campina FM, que desde que assumiu o órgão não houve nenhuma multa aplicada contra postos de combustíveis da cidade.

E mais, questionado sobre os recentes reajustes, quando consumidores reclamam bastante que os postos de Campina teriam aumentado os preços em cerca de 10 centavos antes mesmo da alta anunciada pela Petrobras, Waldeny afirmou que o Procon não recebeu qualquer denúncia em tal sentido.

“Nós agimos mediante denúncia, mediante reclamação. As pessoas precisam denunciar. As pessoas não reclamam, o Procon não fiscaliza. As pessoas precisam formalizar a denúncia através do telefone 151 ou indo pessoalmente ao Procon. O Procon não age com o ‘me disseram’. É um órgão que precisa ser provocado”, disse.

O coordenador também confirmou que o Procon Municipal de Campina Grande, numa ação pioneira, firmou um acordo de cooperação técnica com a Agência Nacional do Petróleo que deverá fortalecer a fiscalização relacionada ao segmento dos combustíveis.

Hora Agora