Cidades

Instituto dos Cegos é a atração da TV Nordestina e CMDDCA em programa dedicado ao trabalho junto a crianças e adolescentes



Nesta sexta, 14, o Projeto desenvolvido pela TV Nordestina em parceria com o CMDDCA (Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e Adolescentes) para conscientização da população campinense em destinar parte do Imposto de Renda para o Fundo Municipal da Criança e Adolescentes teve continuidade e apresentou mais um programa de entrevistas com participante de programas que atendem Crianças e Adolescentes em Campina Grande.

Desta vez, a Instituição que foi destaque no Projeto foi o Instituto dos Cegos de Campina Grande. Sob a coordenação do apresentador e diretor da TV Nordestina, jornalista Abílio José, o programa que faz parte de uma série desenvolvida pela produção recebeu os representantes do Instituto, uma das entidades que foram escolhidas pelo CMDDCA para receberem os recursos destinados pelas receitas oriundas da Receita para o Fundo Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e Adolescentes .

A Receita Federal permite que se destine até 3% do que se pagará ao Governo para ações destinadas a defesa da Criança e do Adolescente.

O programa teve a participação de membros da equipe, que desenvolve os projetos no Instituto dos Cegos. No programa se mostrou o trabalho que o Instituto desenvolve em Campina Grande, um trabalho de conscientização também desenvolvido através de aulas, melhorando significadamente o rendimento das crianças.

Trabalho

Instituto de Educação e Assistência aos Cegos atende pessoas com deficiência visual, desde a infância até a idade adulta, oferecendo-lhes serviços nas áreas de: leitura e escrita braille; ensino do soroban; atividades de vida autônoma; musicalização; orientação e mobilidade; informática e desporto adaptado; além de encaminhamento a serviços de assistência social. Todo este trabalho se dá numa perspectiva inclusiva, razão pela qual atuamos conjuntamente com as escolas regulares onde nossos alunos estão matriculados.

Além disso, o Instituto atua em parceria com órgãos governamentais e diversos outros segmentos da sociedade civil que venham contribuir para uma prestação de serviços cada vez mais eficaz. Quebra de barreiras e preconceitos, inclusão social, acesso ao mercado de trabalho, a cultura, ao esporte e ao lazer, além da luta pela garantia dos direitos assegurados às pessoas com deficiência visual, são alguns dos desafios atualmente enfrentados pela Instituição.