Economia

Índice da Europa fecha em novo recorde, mas papéis do banco espanhol atingem menor nível em dois meses

CNN BRASIL

O índice de referência da Europa avançou e fechou em um recorde nesta quinta-feira (9), impulsionado por um salto nas ações industriais, enquanto os papéis do banco espanhol BBVA atingiram o menor nível em dois meses depois de anúncio de uma oferta de aquisição hostil para o rival menor Sabadell.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,19%, a 516,77 pontos, desfazendo perdas anteriores.

Ações industriais como Siemens, ABB e Schneider Electric subiram mais de 1% cada e foram as principais impulsionadoras do índice de referência.

O STOXX 600 iniciou maio de forma positiva depois de dar uma pausa no movimento recorde de alta de abril, devido aos lucros resilientes, à indicação do Banco Central Europeu (BCE) de um provável corte nos juros em junho e à diminuição das tensões no Oriente Médio.

“A ideia de que o BCE decidirá cortar as taxas de juros logo em junho e, potencialmente, iniciar um ciclo de corte foi o maior impulsionador”, disse Fiona Cincotta, analista sênior de mercado do City Index.

Quanto às notícias de fusões e aquisições, o banco espanhol Sabadell saltou 3,1% depois que o rival BBVA apresentou uma oferta de aquisição de 12,23 bilhões de euros diretamente aos acionistas, embora o conselho do primeiro já tivesse rejeitado a proposta.

Com as ações do BBVA em queda de 6,7%, o índice de referência da Espanha perdeu ficou atrás de seus pares regionais.

O setor de automóveis caiu pelo segundo dia consecutivo em 0,8%, com a Mercedes-Benz em baixa de 5,8%, já que as ações da montadora alemã foram negociadas sem dividendos.

Em Londres, o índice Financial Times avançou 0,33%, a 8.381,35 pontos.

Em Frankfurt, o índice DAX subiu 1,02%, a 18.686,60 pontos.

Em Paris, o índice CAC-40 ganhou 0,69%, a 8.187,65 pontos.

Em Milão, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,55%, a 34.339,32 pontos.

Em Madri, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,92%, a 11.050,10 pontos.

Em Lisboa, o índice PSI20 teve valorização de 1,59%, a 6.833,23 pontos.