DestaquesParaíba

Guerra: “operação” para descobrir os autores intelectuais da ação do PSDB contra Galdino

O deputado federal, Hugo Motta, presidente estadual do Republicanos, reuniu o presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino (Republicanos), no sábado (11), em Patos. A pauta do encontro foi a ação do PSDB para tirar o comando da ALPB, no 2º biênio, das mãos de Galdino. O presidente da ALPB está se sentindo traído e visivelmente decepcionado com a ação.

Galdino chegou a revelar, em entrevista, que o presidente nacional do Solidariedade, Paulino da Força, estaria por trás da ação. Na Paraíba, o partido é comandando pelo deputado Eduardo Carneiro. Há quem diga, nos bastidores, que o movimento tem a ver com as eleições de 2026. Adversários estariam temendo a força do Republicanos e do próprio Galdino para o próximo pleito e estaria dentro do grupo que venceu 2022 de aliados .

Uma “operação de guerra” será montada em Brasília, para descobrir os autores intelectuais da ação. Hugo deve conversar com o presidente Nacional do PSDB, Marconi Perilo e com Paulinho da Força a fim de conseguir mais informações. Não se surpreendam se o próprio Adriano for bater, em Brasília, apesar da fobia que tem de viajar de avião, para encontrar respostas.



Participaram do jantar com Hugo Motta, a deputada Francisca Motta, o prefeito de Patos, Nabor Wanderley, pai de Hugo e o deputado estadual, Wilson Filho. O jantar foi na casa de Chica Motta, avó de Hugo.

O PSDB estadual e o seu presidente Fábio Ramalho estão fora de qualquer suspeita, pois também foram pegos de surpresa e é aliado de Galdino, fazendo inclusive parte da mesa. As suspeitas recaem sobre aliados próximos que fizeram parte do grupo vencedor em 2022 e que inclusive teria ingerência no Solidariedade e outros partidos estaduais