Política

Governo espera retomada no RS para conter eventuais resultados negativos do PIB, diz Pimenta à CNN



CNN BRASIL

O governo federal espera que a retomada da atividade econômica no Rio Grande do Sul — após as enchentes históricas que afetaram o estado no mês de maio — possa conter eventuais resultados negativos nas próximas divulgações do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

Essa foi a avaliação de Paulo Pimenta, ministro extraordinário para Apoio à Reconstrução do Rio Grande do Sul, em entrevista ao Live CNN (exibido diariamente a partir das 09h) nesta terça-feira (4).

O ministro comentou o resultado do PIB no primeiro trimestre, com uma expansão de 0,8%, conforme divulgou hoje o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“Ao mesmo tempo que nós temos a crise, nós temos a retomada. E a retomada gera emprego, movimenta a economia, e eu tenho uma expectativa de que a gente possa neutralizar eventuais resultados negativos no PIB com a retomada com força da atividade econômica do estado”, disse Pimenta.

“A expectativa de retomada da atividade econômica cria um ambiente favorável para que as coisas aconteçam. E nós já conseguimos superar a expectativa do mercado no primeiro trimestre. Então eu tenho certeza que nós vamos ter um ano bastante positivo para a economia”, acrescentou.

No caso específico do Rio Grande do Sul, Pimenta citou as medidas anunciadas pelo Executivo federal, incluindo antecipação de benefícios, disponibilização de auxílio e reconstrução de moradias, e afirmou que o estado “está recebendo uma injeção de recursos” para garantir a recuperação.

Segundo balanço do governo gaúcho, desde o início da calamidade, 172 pessoas morreram e 44 continuam desaparecidas. Ao todo, 476 dos 497 municípios do estado foram afetados.

 

*Publicado por Renata Souza, da CNN