Diversão

Forró com garoa: Público sextou ao som de clássicos do ritmo nordestino



A noite da penúltima sexta-feira de junho (21) foi repleta de forró e MPB, além de muita gente dançando e celebrando a cultura nordestina. As três atrações paraibanas Deanzinho, Os 3 do Nordeste e Ton Oliveira, junto com o pernambucano Geraldo Azevedo animaram o público com espetáculos de tirar o fôlego.

A primeira atração da noite, Deanzinho, vem da cidade de Esperança e encantou o público com o seu forró-pé-de-serra. “Sou filho de Esperança, cidade pertinho daqui”, diz ele, “pra mim, apresentação no Maior São João do Mundo foi a realização de um sonho. Nós já tínhamos planejado este momento há muitos anos, e hoje com as bençãos de Deus isso aconteceu. Eu tô muito feliz por estar aqui hoje.”

E para agradar ainda mais os forrozeiros, a segunda atração foram Os 3 do Nordeste, ícones da música popular nordestina, que animaram a noite com a combinação de sanfona e zabumba. Luka Batera, que toca zabumba no grupo, falou sobre o peso de ser a banda mais esperada da noite: “Uma das maiores responsabilidades d’Os 3 do Nordeste hoje é fazer essa transição de público. Nós temos 55 anos de história, então estamos trazendo esta tradição para eles hoje entenderem que o forró-pé-de-serra é algo atual e atemporal e que música boa não tem validade.”

Na sequência, se apresentou Ton Oliveira, dono da canção que se tornou o hino não oficial da Paraíba, “Paraíba Joia Rara”. Ton veio para manter viva a chama da tradição paraibana. “Cantar em casa é muito gostoso, porque nós estamos cantando para amigos, vizinhos, familiares, como também para os turistas. É uma sensação de carinho do público para conosco. E o sentimento também é recíproco.”

Gilvan, um espectador do show de Ton Oliveira, falou que gosta muito da regionalidade e da tradição do São João que o artista traz: “A volta do forró tradicional, artista da nossa terra, fazendo a diferença e mostrando para o Brasil que nós somos muito mais!”

E, por fim, o último show da noite foi com Geraldo Azevedo. Sua música une vários ritmos como o frevo, forró, xote, maracatu e baião. Vindo diretamente de Pernambuco, Geraldo encerrou a noite do Parque do Povo com o seu repertório riquíssimo. “Toda vez que volto a Campina Grande, eu me sinto abençoado e celebrado no São João. Campina Grande tem uma tradição muito importante de São João e estar presente nesta festa é uma honra muito grande!”

Paraíba Confidencial