Cidades

Encontro familiar reúne mais de 600 parentes de 8 gerações em Campina Grande-PB



Essa será a segunda reunião da Família Cambraia, que surgiu após membros do grupo terem recriado a árvore genealógica

A 2ª Edição do Encontro da Família Cambraia vai reunir mais de 600 pessoas e oito gerações de membros, em Campina Grande, na Paraíba. Depois de 5 anos da primeira reunião, membros que residem em vários estados do Brasil irão se reunir no próximo domingo (30), após terem recriado a árvore genealógica da família.

Conforme a programação definida pela diretoria, o encontro, que será realizado no Clube Campestre, começará a partir das 9h da manhã , com credenciamento e recepção aos parentes procedentes de outras cidades e estados, a abertura oficial será às 12h, com a mensagem de boas-vindas, em seguida haverá apresentações de trio de forró e, às 13h, o almoço, seguido de um show de forró durante toda a tarde. O encerramento está previsto para às 17h.

*Origem:*

A família Cambraia tem como patriarca João Heráclio do Rêgo, filho de Antônio Joaquim do Rêgo e Luiza Gomes de Araújo, proprietários de engenhos, descendentes de holandeses que se instalaram em meados do século XVII no bairro da Várzea – Recife – PE. Joca das Salinas, como era conhecido, chegou à região onde hoje é denominada, Salinas – Barra de Santana – PB, no início da década de 1840 e, ao casar com Anna Rita Pereira de Araújo, tiveram seis filhos. No encontro será destacada a quinta filha do casal, que herdou o nome da sua mãe, Anna Rita Pereira de Araújo ( Nana ) por ser avó, bisavó, trisavó e pentavó. Deste legado afetivo, de Janjão e Nana que gerou a promoção de mais um evento para referenciar a linhagem histórica.

*Significado do nome Cambraia?*

Janjão, rapaz elegante e de olhos claros, gostava de usar roupas brancas e bem engomadas, calça de linho Irlandês e camisas de fazenda ( tecido fino chamado Cambraia). Da sua elegância e associação com o tecido, veio este apelido a Janjão e toda descendência.

“A família é muito grande, não é fácil reunir esse povo todo não. Não existe nada mais importante do que a família, é o nosso berço, onde tudo começa. Nós temos respeito pelos mais velhos, pelos antepassados, aprendi os valores com a família. A festa é para manter os laços e as tradições”, explicou Socorro Arruda, uma das organizadoras do 2° Encontro da Família Cambraia.