Policial

Criança de 9 anos é vítima de queimadura por fogos de artifício em CG



Uma criança de apenas 9 anos foi atendida no Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes vítima de queimadura por fogos de artifício em Campina Grande. O caso ocorreu no bairro de Novo Horizonte.

Esse foi o primeiro atendimento a vítima de queimaduras por fogos de artifício neste período junino. A criança estava na companhia de outras e uma outra acendeu a bomba.

A cirurgiã plástica, Isis Lacerda, que atua na unidade orienta sobre cuidados necessários ao usar fogos de artifício, sobretudo quando há a presença ou participação de crianças.

Durante o período de São João os números podem aumentar devido ao costume de soltar fogos de artifícios nesta época e as crianças são potenciais vítimas.

Por isso, o Hospital de Trauma de Campina Grande intensifica a 21ª Campanha de Prevenção às Queimaduras emcrianças e adultos. A ação ocorre durante todo o mês de junho, com o foco no alerta para evitar acidentes.

A atenção deve ser redobrada com a criança no local onde há fogos de artifício.

Os riscos que as pessoas correm, segurando ou manuseando esses fogos de artifícios, são grandes. O artefato pode tanto explodir na mão das pessoas ou se estiver na proximidade do corpo atingir a região do rosto, do tórax e do abdômen.

Os fogos de artifícios nem sempre têm a qualidade suficiente para garantir uma segurança para as pessoas que estão o manuseando. O ideal é não segurar os fogos de artifício.

Política JP