Política

Corregedor cita Milton Nascimento para elogiar Cármen Lúcia



CNN BRASIL

O corregedor-geral eleitoral, Raul Araújo, disse que a chegada de Cármen Lúcia à presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) “traz aceno tranquilizador”.

“É um dom, uma certa magia, que nos alerta, e possui a estranha mania de ter fé na vida, como diria seu conterrâneo e venerado poeta Milton Nascimento”, afirmou Raul Araújo, citando trecho da canção “Maria, Maria”.

Cármen Lúcia é mineira de Montes Claros, enquanto Milton Nascimento, nascido no Rio de Janeiro, se mudou ainda criança para Minas Gerais, onde despontou para a música.

“Cármen Lúcia cultiva a discrição dos sábios e a sobriedade da gente humilde, forte e pelejadora”, disse o corregedor.

Em seu discurso, Raul Araújo emendou qualificações curriculares de Cármen Lúcia e elogiou a gestão do antecessor no posto, Alexandre de Moraes.

“[Está] encerrado mais um exitoso ciclo de condução do processo eleitoral, sob a competente, firme e agregadora direção do ministro Alexandre de Moraes”, declarou.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Nunes Marques, que assume a vice-presidência do TSE, também recebeu afagos do corregedor.

“Na Corte Suprema, [Nunes Marques] logo conquistou respeito e consideração de toda comunidade jurídica, graças a uma sólida formação intelectual”, afirmou.

“Formará parceria harmônica e eficiente com a ministra Carmen Lucia”, acrescentou.

Eleições 2024

Cármen Lúcia comandou o TSE no período entre 2012 e 2013, chefiando a Justiça Eleitoral durante as eleições municipais de 2012.

Neste ano, a ministra estará à frente de mais uma eleição municipal, tendo como principal desafio o uso de ferramentas de inteligência artificial (IA) para desinformação.

Cármen também deverá manter especial atenção quanto ao cumprimento cota de gênero por partidos nas eleições, punindo os casos de fraude.

Neste ano, pela primeira vez, a disputa eleitoral contará com uma súmula aprovada pelo TSE consolidando a jurisprudência em casos de irregularidades na cota.