DestaquesDiversão

ASSORAC é destaque na Programação da TV Nordestina em parceria com CMDDCA para doação de Imposto de Renda

Mais um programa foi apresentado pela TV Nordestina em parceria com o CMDDCA (Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente) dentro do projeto de convencimento para destinação de parte do imposto de renda que beneficie projetos que trabalham a defesa da criança e do Adolescente em Campina Grande.

Nesta sexta, 10, dando continuidade a Série “CAMPANHA DOE PARTE DO IMPOSTO DE RENDA PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES”, idealizado pelo NÚCLEO NORDESTINO DE PRODUÇÃO CULTURAL (TV Nordestina) em parceria com o CMDDCA, Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente de Campina Grande aonde são produzidos Programas divididos em 15 etapas mostrando entidades que são assistidas pelo Fundo Municipal da Criança e do Adolescente de Campina Grande.

Os programas apresenta entidades que fazem a diferença na vida de crianças e adolescentes, as entidades são mostradas, apresentando o trabalho, os resultados e a forma de desenvolvimento de cada ação.

O objetivo principal é incentivar a busca pela destinação de parte do Imposto de Renda,  e faz parte do Programa do Governo Federal que permite ao contribuinte destinar até 3% dos valores pagos na declaração do imposto a fundos destinados a entidades que trabalham com crianças e adolescentes.

Nesta última sexta, a entidade apresentada foi a ASSORAC – ASSOCIAÇÃO RAÍZES DA CULTURA, entidade de Pessoa Jurídica sem Fins Lucrativos, fundada em 2012 e que trabalha as questões culturais e educacionais de crianças e adolescentes do bairro das Malvinas e de outras comunidades.

Apresentado pelo jornalista Abílio José, o programa recebeu o presidente da ASSORAC, Poeta Azul Lima, a voluntária Cinthia Regina, o aluno Vitor Diniz e a aluna Shirlaine Santos, alem do atual presidente do CMDDCA, Claydson Silveira, que faz parte do Conselho representando a própria Assorac.

Os participantes fizeram um relato dos vários projetos desenvolvidos pela Assorac, o alcance e os resultados destacados da entidade em Campina Grande. Além da importância da doação de parte do imposto de renda para o Fundo Municipal da Criança e do Adolescente que manterá as parcerias com mais de trinta entidades promovendo o bem estar e o desenvolvimento de projetos voltados às crianças e adolescentes.

Saiba Mais sobre a ASSORAC

A ASSORAC (Associação Raízes da Cultura), foi fundada no ano de 2012, na cidade de Campina Grande- PB. Uma Organização Não Governamental, sem fins lucrativos, que tem por objetivo colaborar direto e/ou indiretamente para a valorização da Cultura Popular Brasileira, contribuindo para a participação da comunidade em projetos sócio educacionais, que visam ampliar o acesso democrático à leitura, ao conhecimento, à cultura, e à conscientização, de modo a construir uma sociedade mais justa e igualitária, onde os cidadãos tenham o direito de opinar, intervir e participar, tornando-se protagonistas e autores da sua própria história.

Além de proporcionar oportunidades à participação juvenil, com intuito de que eles desempenhem com responsabilidade e ética suas funções, dando-lhes a oportunidade de desenvolver e colocar em prática seu talento, criatividade e protagonismo, conscientizando-os ainda, de suas habilidades e capacidade profissional.

A prática metodológica se dá através da realização de reuniões periódicas, debates, rodas de leitura, ações culturais, produção de conteúdo, além do incentivo da visão crítica perante a sociedade, de modo a contribuir para o conhecimento teórico e prático. Utilizando métodos para aproximar crianças e jovens do universo da leitura, da cultura popular brasileira e da comunicação sociocultural

Museu ASSORAC

A Instituição conta com um acervo de referência à Cultura Popular, resultado de diversas pesquisas de campo, realizadas periodicamente. O aluno recebe um pouco de literatura, mas também conhece uma parte da história: o primeiro moinho, o potinho de barro, a cabaça, a balança de precisão, o avanço do rádio, a TV da modernidade comparada às antigas, a máquina de datilografia, a radiola, o fax, o videocassete, o disquete, a máquina de costura e muito mais, tudo isso, para que o jovem possa vivenciar a história contemporânea, mas sem esquecer às suas origens, o seu passado.

Projetos em Ação:

ProBiccg (Projeto Bibliotecas Comunitárias)

O projeto Bibliotecas Comunitárias é uma iniciativa que visa incentivar o hábito da leitura, interagindo com a comunidade, de modo educativo, cultural e recreativo. Apoiando e sendo fonte de pesquisas escolares, eventos culturais, atividades recreativas, oficinas e cursos. Hoje em dia, a ASSORAC mantém quatro bibliotecas comunitárias na cidade de Campina Grande-PB, sendo, duas localizadas no bairro das Malvinas, uma no Mutirão, e outra no bairro Três Irmãs. Os livros didáticos e paradidáticos são fruto de doações e a estimativa é de que tenham aproximadamente 40 mil exemplares, distribuídos nas instituições.

ProCorE (Projeto Cordel nas Escolas)
O projeto atua distribuindo gratuitamente obras da literatura de Cordel, produzidas por Aziel Lima, professor, cordelista, poeta e fundador da ASSORAC. A confecção dos cordéis é feita através de incentivos culturais de comerciantes e empresários locais e posteriormente distribuídos nas escolas, ao mesmo tempo em que são feitas palestras educativas relacionadas aos temas dos respectivos cordéis: “Crack a droga da morte”, “Bullying”, “Alcoolismo”, “DST” e “Tabagismo é coisa séria”. O projeto atua durante todo o ano letivo, levando informação, cultura e conhecimento para dentro do ambiente escolar.

O ProCos (Projeto Cordel Solidário)
O projeto Cordel Solidário consiste em trocar folhetos de literatura de cordel por alimentos não perecíveis, no qual, esses alimentos são destinados às pessoas carentes da comunidade. A confecção do material é feita através de incentivos culturais de comerciantes e empresários locais e produzido por Aziel Lima, idealizador da ASSORAC.

ProJor (Projeto Jovem Repórter)
O Projeto Jovem Repórter, coloca os jovens em contato direto com a dinâmica da comunicação sociocultural, no qual, eles aprendem a redigir textos jornalísticos, discutir temas sociais, sugerir pautas e produzir a informação. Dentre as produções, não estão apenas notícias, mas, coberturas jornalísticas, produções de rádio, audiovisual, TV online, dentre outras atividades que sejam relevantes para o projeto e para a comunidade, de modo geral. O intuito é que esses jovens repórteres desenvolvam atividades, nas coberturas de momentos festivos, socioculturais, ou até mesmo façam denúncias de alguma coisa que não anda bem e que poderia melhorar, na sua comunidade.

Programa de Rádio:
“Programa Jovem Repórter- Um olhar além dos muros da Escola”
O “Programa Jovem Repórter- Um olhar além dos muros da Escola” vai ao ar todas as quartas-feiras, das 12h00min às 13h00min, através da Rádio Lagar FM (87.9), Na ocasião, são discutidos temas de grande relevância social, a respeito da importância dos trabalhos sociais, o protagonismo juvenil, o crescimento coletivo, o combate às drogas, entretenimento, etc. Toda semana há um convidado diferente, e os assuntos são debatidos pelos jovens repórteres, que levantam questões importantes acerca do trabalho desenvolvido por cada convidado.