Economia

Ações da Petrobras em NY caem 6% após demissão de Prates

CNN BRASIL



As ADRs — papéis de empresas estrangeiras negociados em Wall Street — da Petrobras registravam forte queda nesta terça-feira (14), após a demissão do presidente da estatal, Jean Paul Prates, pelo governo federal.

As ações da companhia chegaram a cair mais de 6% no pós-mercado em Nova York, negociadas na faixa de US$ 15 (R$ 76,95 na cotação atual).

As ADRs da estatal encerraram a sessão em Wall Street com perda de 2,16%, a US$ 15,87 (R$ 81,41).

O movimento seguiu a queda dos papéis na bolsa brasileira, com as ações preferenciais fechando em queda de 1,8%, enquanto os ordinários (PETR3) perderam 2,74%.

Prates foi demitido nesta noite pelo presidente Lula, segundo comunicado aliados mais próximos, apurou a CNN.

Jean Paul Prates deve ser substituído por Magda Chambriard, segundo relataram fontes próximas ao comando da empresa.

Em nota, a Petrobras confirmou a saída de Prates após pedido para que o conselho de administração “se reúna para apreciar o encerramento antecipado de seu mandato como Presidente da Petrobras de forma negociada”.

“Adicionalmente, o Sr. Jean Paul informou que, se e uma vez aprovado o encerramento indicado, ele pretende posteriormente apresentar sua renúncia ao cargo de membro do Conselho de Administração da Petrobras”, afirma o comunicado.

Prates estava no comando da estatal desde o início do governo Lula, em 2023.

Com informações de Thais Herédia, Caio Junqueira, Gustavo Uribe, Clarissa Oliveira, da CNN