Diversão

38° Salão do Artesanato Paraibano termina neste domingo



A38ª edição do Salão do Artesanato Paraibano será realizada até este domingo (30), numa megaestrutura montada na Avenida Brasília, em Campina Grande.

Com o tema “A Arte de Quem Vive da Fé”, o Salão tem a participação de mais de 500 expositores, o que torna o evento rico em diversidade, oferecendo ao público do melhor da gastronomia regional a obras de arte em suas mais diversas tipologias: cerâmica, madeira, metal, osso, brinquedos populares, macramê e biscuit — só para citar algumas.

Nesta edição, todo alimento arrecadado no Projeto Salão Solidário será destinado aos artesãos do Rio Grande do Sul, que ainda sofrem as consequências das fortes chuvas que atingiram aquele estado.

Outra pedida do Salão do Artesanato, uma realização do Governo da Paraíba e Sebrae-PB, são as atrações culturais, que levam para a Praça da Alimentação do evento o melhor da música regional — nesta edição, mais de 100 artistas locais passam pelo evento, para alguns deles uma grande oportunidade de divulgação do trabalho.

A presidente de Honra do Programa do Artesanato Paraibano, a primeira-dama Ana Maria Lins, convidou a população a prestigiar os momentos finais do Artesanato Paraibano.

“O tema desta edição, que homenageia a religiosidade do nosso povo, deixou o Salão ainda mais autêntico, ainda mais cultural. O Salão do Artesanato é isto: uma grande oportunidade de conhecer as raízes da cultura paraibana, nordestina para os turistas. Para os paraibanos, o Salão é a grande oportunidade de reencontro com essas raízes”, acrescentou.

O secretário de Estado do Turismo e Desenvolvimento Econômico (Setde), pasta à qual o PAP é vinculado, Miguel Ângelo, também enalteceu a importância do evento.

“Ao chegar à sua 38ª edição, o Salão do Artesanato se consolida como um evento gerador de renda e também de fortalecimento da nossa cultura. Fortalecer a cultura e gerar renda para centenas de famílias paraibanas é a razão de ser do Salão do Artesanato Paraibano”, comentou.

Opinião compartilhada também pela gestora do PAP, Marielza Rodriguez.

“São centenas de famílias que têm no Salão do Artesanato a grande oportunidade de incrementar sua renda, melhorando assim a qualidade de vida de suas famílias. E, nesta edição, o Salão do Artesanato conta com mais de 500 expositores, que mostram o que há de melhor na produção artesanal do nosso estado, reconhecida como de excelência pela Unesco”, disse.

O coordenador de Artesanato do Sebrae-PB, Jucieux Palmeira, evidenciou a importância de mais esta parceria com o Governo da Paraíba na realização do 38° Salão do Artesanato.

“Esta parceria nos deixa muito felizes, porque representa a valorização do nosso artesanato, considerado de excelência pela Unesco. O Sebrae faz uma capacitação muito forte durante todo o período do ano com os artesãos, para que eles possam fortalecer a parte de gestão dos seus negócios, já que o artesanato é um segmento que gera renda e também fortalece a nossa cultura”, destacou.

Ao todo, são 10 artesãos santeiros que vão ser homenageados durante a 38ª edição do Salão do Artesanato Paraibano da Rainha da Borborema, a maior parte do município de Lagoa Seca, Agreste paraibano e berço da arte santeira na Paraíba. São eles: Maria de Lourdes Diniz (Lagoa Seca), Francisco Diniz (Lagoa Seca), Rogério da Silva (Lagoa Seca), Tatiana Nascimento (Lagoa Seca), Ricardo da Silva (Lagoa Seca), Igor do Nascimento (Lagoa Seca), Jonas Nogueira (Bayeux), Bento Medeiros (Sumé), Leila Machado (Cabedelo) e Maria das Neves Cavalcanti (João Pessoa).

38° Salão do Artesanato Paraibano

Período : 6 a 30 de junho

Visitação : das 15h às 22h (todos os dias da semana)

Local : Avenida Brasília (ao lado do Partage Shopping)

Ingresso solidário : 1 kg de alimento não perecível (opcional)